quinta-feira, 17 de abril de 2008

...eu não gosto do novo acordo ortográfico. Já o havia dito e volto a repetir.
Agora descobri que Egipto vai perder o "p" e eu, que sempre o pronunciei, não só terei de deixar de o escrever, como terei de deixar de o pronunciar, alterando a sonoridade da palavra.
Ainda bem que o novo acordo é só para simplificar a aprendizagem... O que seria se não fosse?!

2 Ideia(s):

tragofadonossentidos disse...

Eu por mim vou seguir o conselho daquele senhor que esteve no Prós e Contras, supostamente a favor do acordo, o senhor Carlos Reis, quando a uma pergunta da Fátima Campos Ferreira sobre se teria de suprimir o c de actualidade na escrita, uma vez que o pronunciava quando falava; respondeu que não e que a solução era simples, se o pronunciava que o escrevesse.

Desta feita passarei a pronunciar todos os ps e cs que querem suprimir, já que é tudo uma questão de preferência.

De qualquer forma, "burro velho não aprende línguas" e embora este ditado não seja 100% correcto, esta nova língua portuguesa eu não quero aprender e continuarei a escrever como me ensinaram.

Iris R. Costa Barroso disse...

Mas que raio de conselho...

É impossível dar qualquer tipo de credibilidade a estas pessoas...

Estamos entregues ao bichos.

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!