terça-feira, 1 de julho de 2008

Quero deixar-me ir, quero entregar-me aos instintos, satisfazer a fome de sexo. Quero satisfazer a gula pelos seus lábios, pelo sabor da sua língua, pelo sal da sua pele.

Quero satisfazer o meu olfacto e cheirá-lo antes do sexo e cheirá-lo durante o sexo e cheirá-lo depois do sexo e já suado. Sinto saudades desse cheiro, que é só dele e que mais ninguém tem.

Quero satisfazer os meus olhos, observar a sua robustez física, a definição dos seus músculos delineados, os seus olhos esverdeados, invadir essa floresta, que de tão terna, só pode ser um reduto amazónico ainda por descobrir e encontrar a sua alma, a chama responsável por ele estar ali, quando podia estar em qualquer outro lugar, com qualquer outra mulher.


Quero satisfazer o meu tacto, a minha pele e sentir o toque forte das suas mãos, a força dos seus bíceps, tríceps, quadríceps, abdominais, glúteos, sentir o calor da sua pele, sentir a aspereza da sua barba por fazer, a suavidade acetinada do seu alter-ego, de sentir a doce dor da penetração, que depressa se transforma em puro prazer.

Quero satisfazer a minha audição, ouvir a sua voz grave segredando promessas, vomitando elogios ocos, quero ouvir os seus gemidos, o seu arfar, quero ouvir os seus pensamentos, quero ouvir o bater do seu coração.

Quero sobretudo, satisfazer a minha urgência uterina, quero agradar aos meus sentidos.
Categories: , ,

5 Ideia(s):

tragofadonossentidos disse...

Que belo post...

Que belo tema tb...

Mara disse...

Enfim...

Calma...

Deixa-me recompor deste choque que é enorme para os meus 15 aninhos xD

Ok... Agora Posso Comentar...

Nem era preciso ter assinatura para eu dizer com toda a certeza: Oh God! Foi a minha prima que escreveu isto!


O mais irónico: este post está imediatamente acima de um conto que envolve a minha priminha pequenina e inocente!

Prima... Tu És Demais!!!

You Rulle!!


Kiss**

Ana disse...

É uma pouca vergonha. Dps de um momento inocente vir um conto quase pornográfico. lol

Visitem o nosso blog www.oparaisoinfernal.blogspot.com

tragofadonossentidos disse...

obrigado por chamares a atenção para esse facto Mara.

De facto Iris Maria! Como se não bastasse este momento de pura lascívia, que se segue a um momento inocente, ainda conspurca a mente de uma jovem, inocente, de 15 anos.

Parece impossível!

Eunice disse...

A cada momento que passa sinto que ainda nao te esqueci,
adormeço nesta cama fria,
a lembrar dos momentos que vivi...
quero -te ter aqui ao meu lado, mas nao estas...
entao as lagrimas que escorrem na minha cara sao saudades,
que nunca mais acabara...
quero-te sentir,
quero-te beijar,
quero ver o teu sorriso,
um abraço e ouvir palavras...
que sei que nunca as dira....
acordo...
e penso posso nunca mais te ter mas sei,
que pelo menos nos meus sonhos,
seras meu ate morrer.

Adoro esses promenores....Jocas!!!

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!