quarta-feira, 25 de março de 2009

Ao ler um outro parceiro “bloguista” lembrei-me desta mensagem que há muito queria aqui colocar.

Vivemos numa sociedade onde todos pensamos que a comunicação é algo perfeitamente ao alcance de todos. Num mesmo minuto, posso estar a escrever aqui, no meu blog, comunicar com familiares por telefone, a trocar mensagens no msn, com amigos e, no entanto, estou só.

A minha sobrinha apenas com sete anos recebeu um Magalhães e já faz tudo sozinha. E quando digo sozinha, digo só, porque acho que com a tecnologia de hoje, os miúdos estão cada vez mais a só, todos nós estamos mais sós... estamos desesperadamente sós. Os miúdos já não brincam nas ruas, não pulam ao elástico, não jogam à “sirumba”, às escondidas, ao mata, não podem sair à rua para irem ter com tos amigos, não podem simplesmente fazer corridas de bicicleta.

Iludimos-nos que vivemos numa sociedade de comunicação e esquecemos simplesmente que essa comunicação é virtual, um conjunto de monólogos que se tentam fazer ouvir, porque não existe algo básico e primordial, o contacto humano, o toque...

2 Ideia(s):

Saltos Altos Vermelhos disse...

os miúdos parecem que já vêm com um chip integrado LOL

Iris R. Costa Barroso disse...

É verdade, saltos.

Soube que fizeste anos, parabéns.

Estive a ver alguns catálogos de coisas para bebe, por causa do meu(minha) nova sobrinha a caminho e reparei que quase tudo já funciona sozinho, os berços balançam sozinhos com temporizadores para as músicas e vibrações para acalmar o bebé, entre outras coisas.

A décima página deste despropósito virei-me para a minha irmã e disse que para o ano todos vinham com o Magalhães incorporado.

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!